Ed Westwick é denunciado por manter mulher como escrava sexual por 48 horas


Após ser acusado de estupro e abuso sexual em três ocasiões distintas, o ator Ed Westwick, recebeu uma nova e chocante denúncia. De acordo com o TMZ, Westwick está sendo acusado de manter uma mulher como escrava sexual durante 48 horas em sua casa em Los Angeles, nos Estados Unidos.

A acusação trata-se da estilista Haley Camille Freedman. Ela afirma que o caso aconteceu em 2014, quando ela foi até a casa do ator com um grupo de amigos.

Freedman afirma que Westwick a prendeu em sua casa após o término de uma festa no local e a obrigou a ter relações sexual contra sua vontade, além de tê-la dopado e a impedido de sair de sua propriedade em Los Angeles - na ocasião, a estilista perdeu a localização geográfica e sua referência temporal por não ter sinal de celular ou outro tipo de contato com o mundo externo. O relato é similar a duas das acusações de abuso que já pesam contra Westwick: em ambos os testemunhos, as vítimas foram atraídas para a casa do ator e, uma vez lá, foram estupradas por ele.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR: